Blog - Exibir Post

Programa de Felicidade e Sustentabilidade do Fórum de Ceilândia Completa 6 Meses

  • 06/09/2019
  • TJDFT

Em 18 de março de 2019 foi lançado oficialmente o Programa Conexões na Circunscrição Judiciária de Ceilândia com a palestra de "FELICIDADE: Como Encontrar Propósito na Vida e no Trabalho", proferida pela pesquisadora Carla Furtado para uma plateia de 80 participantes entre Magistrados, Servidores, Colaboradores e convidados.  

O Programa Conexões foi construído de maneira colaborativa com objetivo de institucionalizar a cultura da sustentabilidade e felicidade integral no Fórum de Ceilândia, fomentando ações voltadas à promoção de bem-estar e engajamento pessoal, social e ambiental no público interno, com reflexos em toda a comunidade, gerando excelência no atendimento ao jurisdicionado.  

Foi inaugurado o espaço de práticas integrativas que conta com uma sala de despressurização e uma sala para atividades como mindfulness, yoga, meditação, etc. Esse espaço foi reformado com a parceria da Assejus e com a equipe de manutenção do Fórum.  

Nos meses de abril, maio, junho, julho e agosto desenvolvemos atividades de saúde integral, bem-estar físico, emocional e mental, autocuidado, empoderamento feminino, sustentabilidade pessoal, ambiental e comunitária, contação de histórias para adultos, práticas saudáveis de alimentação, com aproveitamento integral dos alimentos e lancheira saudável, dentre outras, o que só foi possível com a parceria dos voluntários.  

 Em junho, lançamos a 1ª Gincana Sustentável do Fórum de Ceilândia tendo como participantes deste primeiro ciclo as 18 Varas instaladas em Ceilândia e o CEJUSC/CEI. As atividades se estendem até setembro e em outubro faremos a entrega de certificados e prêmios aos setores envolvidos. Para o sucesso dessa jornada, contamos com a parceria da COGESA, SEAP, SUMAN, SUGER, ACS, SESA, CODIG entre outros. Implantamos em 15 Juízos o novo modelo de coleta seletiva sugerido pela COGESA.

Segundo os colaboradores, o mês de agosto foi finalizado com excelência. O lanche "agostino", patrocinado pela Assejus, foi um sucesso e celebrou os 6 meses do Programa com música, comidas e bebidas feitas com muito cuidado e carinho, sorteios e principalmente com conexões positivas.  

 O público alcançado desde o lançamento do Programa já ultrapassou 550 (quinhentas e cinquenta) pessoas. Os feedbacks são extremamente generosos e positivos, o que nos motiva a dar continuidade ao projeto com ainda mais entusiasmo.         

Para a introdução do Programa foram aplicadas pesquisas sobre "Felicidade - FIB" e "Engajamento no Trabalho" com o objetivo de traçarmos o cenário naquele momento. 71 pessoas participaram das pesquisas. Ao final do ciclo, será realizada outra pesquisa a fim de se verificar o impacto causado pelas intervenções aplicadas.  

Novidades  

Para iniciar as atividades da segunda etapa do Programa, foi firmada parceria com o Instituto de Educação em Direitos e Fraternidade - IEDF e com a AMAGIS-DF para levar para Ceilândia o Projeto "Falando Direito". O projeto foi idealizado há 14 anos pelo Dr. Fábio Esteves, Presidente da AMAGIS-DF, com o propósito de resgatar a cidadania e potencializar a construção de valores na comunidade a partir de uma experiência local e coletiva.  

Segundo ele, "A educação de direitos é a certeza de transformação da cidadania a partir das experiências que constituem o indivíduo para transformá-lo em sujeito protagonista de si".  

A nova versão do projeto inclui um aplicativo digital que vai conectar os alunos aos conteúdos, em aulas semanais e presenciais, que ocorrerão nas instalações do Fórum. Os envolvidos no programa participaram de uma reunião de alinhamento e foi disponibilizado um treinamento para os voluntários. O interesse de magistrados, promotores, advogados, servidores e comunidade foi expressivo. Estão previstas duas turmas de 50 alunos do Centro Educacional 16 da rede pública de Ceilândia. O curso terá duração de três meses com início em 17 de setembro de 2019.  

Novas ações serão implementadas como a inauguração da horta comunitária e da sala de amamentação. Palestras voltadas a diversos temas acontecerão até dezembro, bem como atividades e práticas sobre resiliência, compaixão, gentileza, inclusão, sororidade positiva, meio ambiente, sustentabilidade, educação, relaxamento com poesia e ações comunitárias.  

Sustentabilidade e Felicidade! Semeie essas ideias!  


Publicado em 06/09/2019 na página da Intranet do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios - TJDFT
Texto: Ina Silva e Cynthia Silveira
Foto: Letícia Ferreira Sampaio



Voltar